quarta-feira, 20 de julho de 2011

Every Teardrop Is A Waterfall

Não aconteceu em vão, aconteceu porque tinha que ser. Repete esta frase vezes sem conta enquanto enfia os dedos gordos na lata onde guarda a farinha. Consola-se a pensar em gente moribunda, mutilada, doente, pegajosa. De repente, parece que a guerra de longe está ali, a bater-lhe à porta. E ela serena. Aconteceu assim porque tinha que ser. Afasta os cacarecos que tem em cima da bancada preta da cozinha e guarda com cuidado os naperons de linho grosso. Uma exposição de mau gosto que visita todos os dias. Vai amassando o pão com força, em jeito de disfarce para o fastio que sente pela sua vida medíocre. Um cheiro morno a alecrim inunda a casa enorme. Abre a boquinha pequena para soltar um grito áspero.  Faltará sal ou azeite. Em quarenta e dois anos nunca o marido lhe elogiou o estilo culinário. Senta-se à frente dele e mastiga em silêncio. Olha-o com uma pontinha de emoção. Casou-se com ele porque tinha que ser. Álvaro abre a boca e deixa escapar, como se deixasse cair uma moeda da algibeira, está muito bom. Lágrimas redondas e salgadas rolam-lhe pela face. Três. Três lágrimas.

FOCACCIA DE AZEITONAS E ALECRIM
(ligeiramente adaptada daqui)
Serve: 1 focaccia grande;
Tempo de preparação: 15+ 45+ 30 ( levedura) + 30 (cozedura)

  • 430gr de farinha;
  • 2 colheres de sopa de alecrim + 2 hastes para decorar;
  • 7gr de fermento instantaneo seco;
  • 1 colher de chá de sal + extra para polvilhar;´
  • 1 colher de chá de mel;
  • 300ml de água morna;
  • 1 + 2 colheres de sopa de azeite;
  • 20 azeitonas pretas sem caroço;
Modo de preparação:
  1. Numa tigela grande, misture a farinha, o alecrim, o sal e uma colher de azeite. Mexa para incorporar os ingredientes.
  2. Entretanto misture a água morna com o fermento e o mel. Aguarde até que se formem bolhas à superficie. Faça uma cova no centro da farinha e misture com uma colher de pau até que uma massa se  comece a formar. Transfira para uma superfície levemente enfarinhada cerca de 10 minutos. Como esta massa é muito macia e  um pouco pegajosa, pode optar por sova-la numa batedeira electrica durante cerca de 10 minutos.
  3. Faça uma bola com a massa e coloque em uma tigela grande, levemente untada com azeite e enfarinhe a superficie. Cubra com pelicula aderente e deixe levedar cerca de 45 minutos ou até que dobre o seu tamanho.
  4. Unte com azeite uma assadeira grande, de beiradas baixas. Transfira a massa para a assadeira e pressione levemente para retirar o excesso de ar. Dê à massa um formato ovalado, fazendo que com que tenha aproximadamente 2cm de espessura e 25cm de comprimento. Pincele levemente com azeite e cubra novamente com pelicula aderente. Deixe levedar ela segunda vez, durante cerca de  por cerca de 30 minutos ou até que duplique novament eo tamanho.
  5. Pré-aqueça o forno a 220°C. Retire a pelicula aderente da focaccia. Polvilhe com farinha as pontas dos seus três dedos centrais de uma das mãos e faça furinhos em toda a extensão da massa (sem deixar que atravessem o fundo). Pressione pedaços de azeitona nos buracos. Pincele a massa com 2 colheres de sopa de azeite e pressione raminhos de alecrim na massa e polvilhe com sal grosso.
  6. Deixe cozer até que o topo da foccacia fique dourado, cerca de 25 minutos. Retire do forno e sirva ainda morna.
NOTA: Esta receita participa no desafio do 3º aniversário do blogue Figo Lampo. Longa Vida ao Figo Lampo e muitos parabéns!

11 comentários:

  1. Uma óptima participação!
    Uma focaccia muito aromática ed eliciosa.

    Bjs

    ResponderEliminar
  2. eu adoro foccacia, e verdade nunca fiz mas adoro quando vou aos restaurantes italianos me deliciar com ela
    beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Olha, o meu marido é igual! Mas, mesmo assim, eu teimo e continuo a cozinhar... Pois a tua foccacia está muito boa!!!
    Beijinhos,
    Madalena

    ResponderEliminar
  4. Estamos distantes e ao mesmo tempo tão perto..
    A amizade
    que nos une pode vencer todas as distâncias.
    Ela sim é mais forte que o tempo.
    No decorrer da nossa existencia se vacilamos
    em alguma coisa.
    Seus verdadeiros amigos estão ali sempre
    a seu lado mesmo se o Mundo conspire
    contra você.
    Hoje quero deixar um abraço através dessa telinha e dizer
    te amo linda amizade por tudo que representa na minha vida.
    Um beijo carinhoso,Evanir.
    Tem o presente na postagem.
    Amigos Para Sempre.

    ResponderEliminar
  5. Oi Filipa!!Não conhecia teu blog e achei lindo!! Adorei essa foccacia ,parece deliciosa! Já estou te seguindo para não perder nada! Beijos Tereza

    ResponderEliminar
  6. Cara Filipa
    Que descrição incrível! Também adorei a receita.
    Vou torcer para você vencer o desafio.
    Os "cogumelos são mesmo divertidos"!
    Bjim
    Léia

    ResponderEliminar
  7. Eu fico sempre deliciada com a tua escrita.. Adorei tudo e quero agradecer-te por teres participado no aniversário do figo lampo. E essa focaccia não me escapa!
    beijinhos grandes para ti

    ResponderEliminar
  8. Lágrimas contadas e salgadas, são sagradas as lágrimas e a focaccia é perfeita :)

    ResponderEliminar
  9. Que aspecto tão caseirinho! Hmmm adorava ter provado! beijos

    ResponderEliminar
  10. Olha, adorei adorei... Ficou com óptimo aspecto, e imagino só o cheirinho pela casa enqto cozia :)
    beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Bem, com esta foccacia, não me parece que a vida da personagem fosse assim tão medíocre ;-)
    Estou sempre a dizer que vou fazer, vou fazer e o certo é que nunca experimentei. Pode ser que este seja o empurrão definitivo!
    Ficou com óptimo aspecto.
    bjs
    Teresa

    ResponderEliminar